João Lourenço, director do Teatro Aberto, integra administração da SPA


O encenador João Lourenço passará a integrar a administração da Sociedade Portuguesa de Autores, SPA, a partir de 01 de Maio.

Director do Teatro Aberto, Lourenço fez parte de várias direcções da SPA nos últimos 30 anos, e integrava, como efectivo para a área do Teatro, a direcção eleita em finais de Novembro de 2006.

Numa nota à imprensa, a SPA informou que a integração do encenador, "como adjunto, na administração (...), vem reforçar a equipa criada em Setembro de 2007, após a saída de Manuel Freire das funções executivas que exercia como administrador-delegado e segue-se à entrada de Tozé Brito como assessor da administração no passado mês de Fevereiro".

No actual quadro, como assinalou à Lusa o administrador-delegado José Jorge Letria, João Lourenço é o elemento da SPA que mais tempo pertenceu à direcção da cooperativa, sendo "um grande conhecedor da vida" da instituição, "da sua estrutura".

Letria realçou o facto de o encenador, como director do Teatro Aberto, ter "experiência de gestor", uma característica que a SPA, no modelo de administração actualmente adoptado, valoriza.

A essa experiência, assinalou Letria, Lourenço junta "sensibilidade para dialogar" com os autores - escritores, compositores, cantores e outros - na cooperativa multidisciplinar que é a SPA.

João Lourenço, qualificou ainda o administrador-delegado, é uma "figura de grande prestígio cultural", "um grande encenador" e um dos elementos da SPA que melhor "conhecem o universo dos cooperadores".
Lusa

Comments

Popular Posts