Braga em Lisboa no Teatro do Bairro

De 24 a 29 de Abril, a Companhia de Teatro de Braga trás até nós uma pequena amostra do trabalho que desenvolve, descentralizada das duas maiores cidades portuguesas, dando ao público lisboeta a oportunidade de ver o que se faz noutras regiões do país. Três peças de teatro:


.24 e 25 Abril .Terça e quarta . 21h30
Teatro
NO ALVO
Na peça “No Alvo”, o que está em causa é o próprio teatro: a sala, os artistas e o público, o desamor ou o ódio, como estratégia que resta para a sobrevivência. A mãe, a filha, o escritor dramático, não apenas sós, mas uns com os outros. Há hoje uma “geração de náufragos” nesta Europa, que luta para voltar à tona, sem memória colectiva e com profundo sentido de revanche. São reais, encantatórios e acreditam que esta pode voltar a ser a “sua Europa”, a da barbárie. Personagens asfixiadas pelo medo a investirem contra a Cidade.

Autor: Thomas Bernhard; Tradução: Anabela Mendes; Encenação: Rui Madeira; Assistente de encenação: António Jorge; Cenografia: Alberto Péssimo, Jorge Gonçalves; Figurinos: Manuela Bronze; Desenho de som: Pedro Pinto; Desenho de luz: Nilton Teixeira; Design gráfico: Paulo Nogueira; Fotografia: Paulo Nogueira; Elenco: Eduarda Filipa, Frederico Bustorff, Sílvia Brito e Solange Sá.

M/12 . 115min (com intervalo)

12€ . 6 €(<25>65 e profissionais do espectáculo). 5€ (portadores de Cartão de Amigo e quarta-feira, dia do espectador)



.26 e 27 Abril. Quinta e sexta . 21h30
Teatro
AS CRIADAS

Como numa matrioska um texto, dentro de um texto, dentro de um texto, como numa história que se repete sem fim, como duas irmãs devotas e humildes, como numa vida que se vive, como o prazer de um serial killer, como duas criadas que vestem gestos da patroa, como que adrenalina que se experimenta, como duas irmãs que treinam o ódio para atingir o indizível, como o tempo do silêncio, como quando nada se escuta como a palavra: AMOR!

Autor: Jean Genet; Encenação: Rui Madeira; Tradução: Rui Madeira, Eduardo Tolentino de Araújo; Cenografia: Acácio de Carvalho; Figurinos: Manuela Bronze; Assistente de encenação: Eduarda Filipa; Desenho de luz: Nilton Teixeira; Elenco: Mafalda Canhola, Sílvia Brito e Solange Sá.

M/14 . 80min

12€ . 6 €(<25>65 e profissionais do espectáculo) . 5€ (portadores de Cartão de Amigo e quarta-feira, dia do espectador)


.28 e 29 Abril .Sábado . 21h30 | Domingo . 17h00
Teatro
HUMIDADE

Vindos do outro lado do mundo, Ela e Ele, o Outro e a Outra, desencontram-se num hostel de uma cidade húmida. Cruzamentos de vidas em viagem, presas pela chave da porta. A fobia do encontro no enquadramento da foto, a vontade de representar no skype e a solidão que a chuva miudinha acentua. Não existe uma distância demasiado fria e os personagens vivem um acontecimento apaixonante, num quadro do desespero da nossa contemporaneidade.

Autor: Barbara Cólio; Tradução: Ivontete Isidoro; Encenação: Rui Madeira; Cenografia: Acácio Carvalho; Figurinos: Manuela Bronze; Desenho de luz: Nilton Teixeira; Criação vídeo: Frederico Bustorff; Desenho de som: Pedro Pinto; Elenco: Mafalda Canhola e João Delgado Lourenço.

M/14

12€ . 6 €(<25>65 e profissionais do espectáculo) . 5€ (portadores de Cartão de Amigo e quarta-feira, dia do espectador)

Comments

Popular Posts