Schiappa regressa ao bar do Chapitô



GODS AND MONSTERS
Um espetáculo de stand up music-hall

Temas imortais e outros que tais, conhecidos pelo público mais adulto na voz de Diko (aka Bruno Schiappa), misturados com o humor corrosivo ou de situação, adequados à atualidade sociopolítica, a que já fomos habituados. Desde David Bowie a Tom Waits, passando por Lana del Rey e Leonard Cohen, até outros igualmente fascinantes e “teatrais”

1 de novembro de 2017 – às 22h30

Rua costa do Castelo, nº 7, tlf: 218855550
Entrada – 5 €

Os bilhetes são vendidos na entrada do Chapitô (nº 7 da Costa do Castelo) reservas são feitas através de: festimdepan@gmail.com 

O ator Bruno Schiappa revisita o seu diminutivo de infância, DIKO, como era chamado pelos pais, avós e tios. Esse nome acompanhou-o durante vários anos e espalhou-se entre os amigos durante a infância e adolescência, enquanto as canções que ia ouvindo iam fazendo sentido e teimando em colar-se- lhe à pele. Este novo reportório inclui temas de Tom Waits, David Bowie, Lana Del Rey, Leonard Cohen, entre outros que lhe deram consciência social.
DIKO (do italiano, dico – digo) foi saboreando a vida entre um crescimento com altos e baixos. Depois tornou-se “sério” e tem sido desde então o Bruno Schiappa. Mas nos últimos tempos tem revisitado memórias e apresenta este formato que resulta do seu sentido de humor e musical. Bem-vindos a este baú de canções. 

Bio ATOR/CANTOR
Bruno Schiappa é um performer de carreira internacional especializado nas técnicas de O Método de Lee Starsberg e em musicais.
A FORMAÇÃO ARTÍSTICA PARALELA foi feita em Portugal/New Your/Paris com Michel; Mónica Lapa; Brenda Buffalino; Lesley Lockery; Tony Clyde; Victor Cugno e Lane Alexander. ATOR/CANTOR PROFISSIONAL DESDE 1988, Integrou o elenco da companhia de teatro, canadiana, PIGEONS INTERNATIONAL, de 2000 a 2008, nos espetáculos L’AUTRE e 5 HEURES DU MATIN.
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: Ator constante nas séries, novelas e palcos nacionais, tem dado workshops de em vários pontos dos país e deu aulas regulares de dança e teatro de 1989 a 2005. Coreografou vários musicais e programas de televisão nos quais inseriu sempre sapateado. Inseriu sapateado na Marcha do beato, de 2011, que lhe valeu o prémio de melhor coreografia. Professor de Drama desde 1993 nas instalações do Chapitô.
Encontra-se a fazer um PÓS DOUTORAMENTO sendo bolseiro da FCT. É ainda DOUTORADO em Estudos Artísticos pela UNIVERSIDADE DE LISBOA; MESTRE  em Estudos de Teatro pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; PÓS GRADUADO em Estudos de Teatro pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; LICENCIADO em Ator/Encenador pela Escola Superior de Teatro e Cinema, Lisboa; BACHAREL em Ator/Encenador pela Escola Superior de Teatro e Cinema, Lisboa; Autor de textos de Teatro e Encenador dos mesmos desde 1993; Coreógrafo
desde 1987 tendo  trabalhado em vários programas de televisão. Foi assistente de Rui Horta;
PRÉMIOS: Guia dos Teatros
Melhor Espetáculo a Solo – 2007 – (I)MORTAL;
Melhor Ator num Papel de Suporte – 2007 – FROZEN;
EGEAC – Câmara Municipal de Lisboa
Melhor coreografia – Marcha do Beato – Marchas Populares 2011

OBSERVAÇÕES: Dirigiu um workshop sobre o Método em Montreal, no estúdio dos Pigeons International e foi membro desta companhia de 2000 a 2008 integrando o elenco dos espetáculos L’Autre e 5 heures du matin; desde 1995 que trabalha as técnicas de O Método, com Marcia Haufrecht (membro do Actors’studio). Tem trabalhado em Palco, Cinema e Televisão. A sua formação em dança e sapateado foi feita em New York e Paris. A sua formação em dança e sapateado foi feita em New York e Paris; Apresentou, em Paris, a sua peça MEMÓRIAS DE UM PSICOPATA – Paris, Kyron 

Comments

Popular Posts