Oficina Dança & Improvisação no São João


Teatro Nacional São João
27 Outubro 2017
sábado 11:00-13:00

Oficina de Dança & Improvisação
Ana Rita Barata | CiM – Companhia de Dança


Desafio

Ana Rita Barata, e os bailarinos da CiM – Companhia de Dança, partilham o seu método de trabalho e a pesquisa que têm desenvolvido em torno das relações entre dança, (d)eficiência e integração. A oficina consistirá numa abordagem dos conceitos base do movimento e da improvisação, assente em experiências de comunicação através do movimento, sendo o corpo o principal instrumento de observação, registo e trabalho.
Das várias técnicas utilizadas na dança, o contacto e a improvisação destacam-se como bases fundamentais na interpretação das questões relacionadas com o equilíbrio, o peso e o balanço de cada corpo. A improvisação é estimulada através da reflexão e do trabalho do corpo. O corpo é visto como uma massa única e passível de se fundir com outras massas semelhantes, ou de emoções e perspetivas, passando pelo tempo ou o ritmo. A técnica do espelho é utilizada na oficina, sugerindo jogos eficazes de aproximação e descomplexificação das relações entre corpos.
Podem participar todos os que estejam motivados para desenvolver e experimentar uma prática de diferentes técnicas e metodologias que configuram o movimento como extensão do corpo, melhorando a consciência do mesmo. O corpo aufere uma visão mais clara do mundo e tem de continuar a ser visto como um condutor de experiências e dramaturgias. Passamos à ação, experimentamos.
Esta oficina visa trabalhar a criatividade, a cooperação e a comunicação, tendo em vista a integração de ideias sobre autonomia. Dirigimos este momento a todos os interessados em investigar o movimento numa prática artística participativa.
Trabalha igualmente as seguintes competências: cooperação/comunicação; expressividade/criatividade; expressividade/criatividade; interdependência/autonomia; incapacidade/potencialidade.




Teatro Nacional São João
27+28 outubro 2017
sex 21:00 sáb 19:00

O AQUI
uma criação CiM – Companhia de Dança
direção artística e coreografia Ana Rita Barata
direção artística e realização Pedro Sena Nunes

dramaturgia e voz Natália Luiza
música João Gil
música gravada & interpretada Artur Costa (saxofone, sintetizadores e programações), Daniela de Brito (violoncelo), João Gil (viola e cavaquinho)
gravação de voz Nuno Costa
estúdio de gravação de voz Timbuktu
cenografia Wilson Galvão
figurinos e adereços Marta Carreiras
desenhos e pinturas João Ribeiro
imagens subaquáticas Vasco Pinhol
edição de vídeo Vo’Arte João Dias

interpretação Bruno Rodrigues, Cecília Hudec, Diana Bastos Niepce, Diletta Bindi, Joana Gomes, Jorge Granadas, José Marques, Maria Pinto, Rui Peixoto

coprodução Vo’Arte, São Luiz Teatro Municipal, TNSJ
parceiros Associação Cultural CiM, Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian – SCML

estreia 20Out2017 São Luiz Teatro Municipal (Lisboa)
dur. aprox. 1:05
M/6 anos

Língua Gestual Portuguesa + Audiodescrição
28 out sáb 19:00


O AQUI é um lugar onde confluem o risco e o afeto, o arrojo e a generosidade, a diferença e a inclusão, o artístico e o social. No ano em que completa dez anos de atividade, a CiM – Companhia de Dança revisita um espetáculo que o jornal Público considerou um dos melhores do ano de 2009. Com direção artística da coreógrafa Ana Rita Barata e do realizador Pedro Sena Nunes, o espetáculo toma como tema central o tempo – o tempo cronológico e o tempo interior, o tempo do mundo e o tempo de nós –, explorando-o através do cruzamento de linguagens, um dos traços distintivos da CiM, estrutura que gravita na órbita da associação Vo’Arte e que promove, desde 2007, uma abordagem pioneira ao exigente universo da arte inclusiva. Com uma narrativa por vezes fluida, por vezes fragmentada, O AQUI convoca intérpretes com e sem deficiência, promovendo o encontro de mundos humanos com diferentes circunstâncias de ser e de estar, à conquista de um espaço de igualdade.

Comments

Popular Posts