"O Soldadinho de Chumbo" no Teatro Armando Cortez


O TIL – Teatro Infantil de Lisboa estreia a 1 de novembro/17 no Teatro Armando Cortez/ Casa do Artista a peça musical “O Soldadinho de Chumbo”, destinada a famílias e grupos escolares, com direção artística do encenador Fernando Gomes. M/3 anos.

Com uma equipa de criativos de excelência esta produção promete ampliar as peripécias do pequeno conto de Hans Christian Andersen e as andanças do soldadinho de chumbo num musical ambicioso fantástico-cómico. Um espetáculo onde se pretende aliar a alta qualidade da narrativa original a uma curiosa versão livre de Fernando Gomes despertando nos adultos as memórias enterradas das histórias infantis, e nas crianças o espanto e a entrega perante a lógica de um mundo imaginário que os surpreende.

O Soldadinho de Chumbo é um conto de amor que retrata, à maneira «romântica», a atração dos contrastes entre um homem melancólico e tímido, soldado de chumbo (sem uma perna e portanto diferente), e uma rapariga etérea, bailarina que vive num castelo de sonhos e o ama apesar de todas as contingências e contrariedades. O amor ingénuo entre o Soldadinho de Chumbo e a Bailarina, tornado impossível à face da inveja do “génio mau” e à indiferença dos humanos em amor possível, nesta versão, transforma-se num happy-end.



Adaptação do conto de
HANS CRISTIAN ANDERSEN
Com uma equipa de criativos de excelência esta produção promete ampliar as peripécias do pequeno conto de Anderson e as andanças do soldadinho de chumbo num musical ambicioso fantástico-cómico. Um espetáculo onde se pretende aliar a alta qualidade da narrativa original a uma curiosa versão livre de Fernando Gomes despertando nos adultos as memórias enterradas das histórias infantis, e nas crianças o espanto e a entrega perante a lógica de um mundo imaginário que os surpreende. É raro encontrar na Literatura Infantil um conto que retrate o herói da historia como uma pessoa com deficiência. Naturalmente as crianças demonstram curiosidade em saber o porquê da diferença. Contudo, somos nós adultos que temos dificuldade em dar uma resposta, por mais simples que seja. 
Desejamos que o nosso Soldadinho seja (re) montado em tantos outros espaços no nosso quotidiano e quiçá aprendamos a conviver e a respeitar as nossas diferenças! 

O conto
O Soldadinho de Chumbo é um conto de amor que retrata, à maneira “romântica”, a atração dos contrastes- entre um homem melancólico e tímido, soldado de chumbo (sem uma perna e portanto diferente), e uma rapariga etérea, bailarina que vive num castelo de sonhos e o ama apesar de todas as contingências e contrariedades. O amor ingénuo entre o Soldadinho de Chumbo e a Bailarina, tornado impossível à face da inveja do “génio mau” e à indiferença dos humanos em amor possível, nesta versão, transforma-se num happy-end.

Ficha Artística
Fernando Gomes| Texto e encenação
Quim Tó| Música e direção musical
Victor Linhares| Coreografia
Kim Cachopo| Cenografia
Rafaela Mapril| Figurinos
João Cachulo| Desenho de luz
Interpretação: Anaísa Raquel; Diogo Bach; Henrique Macedo; Kim Cachopo; Maria Curado
Ribeiro; Paulo Neto; Tiago de Almeida

Calendarização
Teatro Armando Cortez
Estreia: 1 de Novembro 2017 (até Maio/17)
Sessões Família: Sábados e Domingos às 15h
Sessões Escolares: Durante a semana às 11h e às 14h30

Bilhetes
Público em Geral Preço Normal Dias da Semana
Adulto 11,00€ Sab. e dom. 15h
Criança e Sénior 9,00€ Sab. e dom. 15h
Grupos Preço c/ desconto Dias da Semana
Grupos + 10 pax 8,50 € Sab. e dom. 15h
Grupos + 50 pax 8,00 € Sab. e dom. 15h
Grupos escolares 6,50 € De terça a sexta



Sobre o TIL
1976 - 2017
Apostando sempre numa política de qualidade com o objetivo de mostrar aos mais novos a importância do teatro para o desenvolvimento intelectual, cultural e cívico das gerações mais novas, as produções apresentadas pelo TIL deram a conhecer aos mais novos autores nacionais e estrangeiros, adaptando clássicos literários, óperas e bailados.
Em criações originais ou adaptações de obras, o TIL sempre pautou as suas produções pela qualidade que lhe granjeou prestígio junto do público e que lhe permitiu construir a sua história que subsiste até hoje. O cruzamento de públicos através de espetáculos justifica 41 anos de teatro em português. Participou em festivais de teatro, encontros, jornadas culturais, mostras de teatro e ainda colaborou em vários programas infantis na RDP e gravou também espetáculos para a RTP, organizou ateliês, entre outras atividades. Após o Teatro do Nosso Tempo, o TIL esteve no Teatro ABC, Teatro Aberto, Teatro Nacional, Teatro Calvário, Teatro Tivoli, no Teatro Maria Matos, entre outros e finalmente desde 2004 no Teatro Armando Cortez. É todo um retrato geracional, mas também social e cultural, já que o teatro se faz de pessoas e não de números. Porque importa também contar que o TIL não é só uma companhia de projetos para um público infantojuvenil. Trata-se de um resgate da história, que importa referenciar.
Site oficial do TIL – Teatro Infantil de Lisboa: www.til-tl.com


Comments

Popular Posts