Temporada do Teatro São João


O Teatro Nacional São João (TNSJ), no Porto, vai receber sete estreias na próxima temporada e abre a programação com Quem tem medo de Virginia Woolf?, com Diogo Infante e Alexandra Lencastre nos papéis principais.

Na próxima quinta-feira, dia 14, a nova temporada do TNSJ arranca e leva ao palco a peça Quem tem medo de Virginia Woolf", do dramaturgo norte-americano Edward Albee, que chega ao Porto pela mão do próprio Diogo Infante, depois da estreia em abril no Teatro da Trindade, em Lisboa.

Divine e A Promessa são "os grandes destaques" da nova temporada por serem duas produções com a assinatura do próprio TNSJ, lê-se na nota de imprensa divulgada hoje pelo teatro.

O concerto Divine, do clarinetista Carlos Piçarra Alves e do Arte Music Ensemble, tem estreia marcada para 01 de outubro, no Dia Mundial da Música, e vai explorar as obras dos compositores Mozart e Brahms, tendo na direção cénica Nuno Carinhas, diretor do TNSJ.

A segunda estreia com produção própria do TNSJ acontece a 16 de novembro, com a peça de teatro A Promessa, do escritor Bernardo Santareno e com encenação de João Cardoso.

O TNSJ revisita assim a obra "que revelou Bernardo Santareno" e que se estreou no Porto em 1957, pelas mãos do Teatro Experimental do Porto de António Pedro.

A Promessa, com dramaturgia de Constança Carvalho Homem e cenografia e figurinos de Nuno Carinhas, vai estar em cena até dia 3 de dezembro no TNSJ.

Por seu lado, Días Hábiles, com a direção artística de Alfredo Martins, estreia-se a 27 de setembro no TNSJ, e Manuel Congo, um filme documentário assinado por Alberto Martins e Rui Santos tem estreia marcada para 30 de setembro. Ambos vão ser apresentados no Mosteiro de São Bento da Vitória.

No mês de outubro é apresentado o projeto Retrato de Família, que se divide em dois espetáculos encenados por Manuel Tur -- O Pelicano, de Strindberg, - que se estreia a 12 de outubro, e Tatuagem, da dramaturga alemã Dea Loher, e que estreia a 25 do mesmo mês, sempre no Teatro Carlos Alberto (TeCA).

Os destaques de outubro vão também para a antestreia, no dia 31, do filme Peregrinação, do realizador João Botelho, no TNSJ, e do espetáculo Marionetas tradicionais de um país que não existe, com encenação de Igor Gandra, inserido no Festival Internacional de Marionetas do Porto, com estreia no dia 13 de outubro no Mosteiro de São Bento da Vitória.

O recital de poesia e música "Ou isto ou Aquilo", a partir da poesia da brasileira Cecília Meireles, com a encenação de José Caldas, é o destaque para o mês de dezembro, com estreia marcada dia 14 e que pode ser visto até 17.

Na programação da próxima temporada, o TNSJ celebra em setembro os 120 anos do TeCA, com uma visita guiada por Nuno Lacerda Lopes, arquiteto responsável pela reabilitação daquele espaço em 2003, no dia 9 de setembro, pelas 15:00.
in Lusa

Comments

Popular Posts