Tuesday, January 13, 2015

Ex-ministro da Cultura doa biblioteca de dança ao Museu do Teatro


José Sasportes doa a sua biblioteca pessoal na área da dança para enriquecer o Museu Nacional do Teatro.
O ex-ministro da Cultura José Sasportes vai doar a biblioteca pessoal especializada em dança, com mais de 3000 volumes, e um espólio documental, ao Museu Nacional do Teatro, em Lisboa, numa cerimónia que decorrerá na quarta-feira.
De acordo com uma nota de imprensa hoje divulgada pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), o protocolo que formaliza a doação será assinado nesse dia, às 12:00.
O ex-ministro da cultura José Sasportes, que foi também presidente da comissão portuguesa da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) reuniu ao longo de décadas um fundo documental e uma biblioteca na área da dança "provavelmente únicos em Portugal", sublinha a DGPC.
Para a DGPC, esta doação "constitui um importante contributo para o enriquecimento do Museu Nacional do Teatro".
"Esta doação reforça a vocação do Museu do Teatro para ser também um museu da dança, beneficiando já de diferentes espólios. O gesto de José Sasportes é, neste sentido, uma demonstração de reconhecimento e de confiança no trabalho da instituição", considera a DGPC.
Fonte do Museu Nacional do Teatro precisou à agência Lusa que a doação consiste na biblioteca especializada em dança, composta por mais de 3000 volumes, e ainda um acervo documental do século XVII da mesma área artística.
O museu sublinha ainda que Sasportes, "uma das personalidades que, nas últimas décadas, mais contribui para o reconhecimento e valorização da dança contemporânea em Portugal e no mundo, é ainda uma referência fundamental para a compreensão e estudo da História Universal da Dança".
José Sasportes, 77 anos, foi crítico de dança, diretor da Escola de Dança do Conservatório Nacional, diretor do Serviço Acarte da Fundação Gulbenkian, e conselheiro da Universidade Técnica de Lisboa.
Em 1970 publicou a primeira "História da dança em Portugal", em 1980 lançou a revista de estudos "La Danza Italiana", que ainda hoje dirige, e em 2013 coordenou a publicação da primeira "Storia della Danza Italiana".
Em 2012, a Associazione Italiana per la Ricerca sulla danza (Airdanza) promoveu-lhe uma homenagem com a publicação do volume "Passi, tracce, percorsi. Scritti sulla danza in Omaggio a José Sasportes", com a participação de alguns dos maiores especialistas internacionais desta área.
José Sasportes sucedeu a Manuel Maria Carrilho como ministro da Cultura no XIV Governo Constitucional, liderado por António Guterres, cargo que ocupou em 2000.
Em 1981 recebeu a Ordem do Infante D. Henrique e em 1992 foi feito Grande-Oficial da Ordem do Mérito.
Escreveu teatro, foi encenador, jornalista e tradutor de obras de Herman Melville, Arnold Haskell, Henry Miller e Tennessee Williams.
Foi também conselheiro cultural da Embaixada de Portugal em Washington e participou na Missão portuguesa junto da Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque.
O protocolo será assinado na quarta-feira pelo diretor-geral do Património Cultural, Nuno Vassallo e Silva, pelo diretor do Museu do Teatro, José Alvarez, e por José Sasportes, na presença do secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier.

No comments: