Friday, September 3, 2010

Lurdes Norberto, um Mito entreMitos em "Olhos nos Olhos"







Em pânico mas satisfeita -- é como Lourdes Norberto se sente face à estreia no seu primeiro papel quase de improviso, a peça 'Olhos nos Olhos', a apresentar no festival entreMITOS, que começa sexta feira em Oeiras.

Em declarações à agência Lusa, a actriz, uma das mais conceituadas com 70 anos de carreira no teatro, cinema e televisão, diz estar 'absolutamente em pânico, mas contente' com o desafio que lhe foi lançado pelo director do entreMITOS, António Terra, para se estrear num espectáculo sem texto de autor que resulta antes da imaginação e da criatividade da própria e da encenadora brasileira Simone Bencke.
Para este espectáculo, encenado pela responsável do espaço Camarim, de Rio Grande do Sul (Brasil), a actriz portuguesa leva 'três ou quatro fases da sua vida, entre as quais memórias da infância, do percurso como actriz, sempre num registo bem-disposto e sem dramas'.
O espectáculo, a realizar nos dias 10 e 11 (22:30) no Espaço Expressão - um dos três palcos do entreMITOS, a decorrer entre sexta feira e dia 11 na Fundição de Oeiras -- é o primeiro em que a actriz se 'expõe publicamente' e para o qual parte sem 'quaisquer expectativas'.
'Nunca na vida fiz nada assim, estou absolutamente em pânico', disse a actriz à Lusa, acrescentando que embora tenha aceitado o convite de António Terra e de que se arrependeu depois vezes, decidiu realizá-lo 'porque é necessário levar as coisas para cima'.
'Um trabalho em que conto experiências e vivências e imagino coisas' e que apesar de 'não ter nada especial, pode ser giro, mas também pode não ser, tudo depende do público', considera sobre o desempenho neste trabalho, um de duas bolsas de criação do entreMITOS.
Para a actriz -- que a Câmara de Oeiras já homenageou com a Medalha de Ouro e a quem atribuiu o nome a um auditório em Linda-a-Velha -- a participação na iniciativa é também uma forma de a homenagearem embora a deixe feliz não deixa de a perturbar.
À semelhança do que lhe aconteceu sempre em todo os papéis que representou ao longo da carreira, na qual está sempre em 'dúvida permanente' por ser muito 'rigorosa, ter muita noção do ridículo e gostar das coisas muito bem feitas' -- argumenta.
A estreia de Lourdes Norberto no entreMITOS, uma plataforma que se realiza este ano pela primeira vez e que irá decorrer bianualmente entre o MITOS (Mostra Internacional de Teatro de Oeiras), resulta de um convite do director artístico do Festival, António Terra.
A criação do MITO Social, uma plataforma 'de criação artística, técnica e cultural de inovação e desenvolvimento que aposta na arte como alimento de cultura' e define como 'uma arma contra a exclusão social', é a novidade desta primeira edição do certame, disse à Lusa o director da iniciativa.
Oito peças, das quais sete estreias, completam a programação, da qual o director destaca 'Pequenos Burgueses', uma adaptação da peça homónima do dramaturgo russo Máximo Gorki que o grupo brasileiro 'Nós do Morro' - do Morro do Vidigal, bairro problemático do Rio de Janeiro, conhecido por ter participado em filmes como 'Cidade de Deus' e 'Estômago' e dirigido pelo jornalista, actor e director artístico Guti Fraga -- estreia no dia 09 (20:00) no Espaço Aproximação.
in DN



No comments: