Companhia Teatro Azul suspende actividade e critica Governo no atraso a apoios





A companhia Teatro Azul anunciou dia 31 de Dezembro a suspensão de actividades por tempo indeterminado, criticando o Governo por não ter cumprido os prazos estipulados de candidaturas de apoios às artes, afirmou o director artístico.
"Os produtores culturais têm prazos rigorosos para cumprir, para entregar todos os documentos, com tudo e mais alguma coisa. O próprio Governo, que fez as próprias leis com que quer trabalhar, é o mesmo Governo que não cumpre com a abertura dos concursos", criticou Nuno Miguel Henriques, em declarações à agência Lusa.
O director artístico da companhia referiu ainda que já solicitou uma audiência ao primeiro-ministro, José Sócrates, e à ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, com o intuito de apresentar "as perspectivas de quem anda no terreno de norte a sul do país a fazer espectáculos".
In Lusa

Comments

Popular Posts