Thursday, July 30, 2009

"Muito Barulho Por Nada" pelo Teatro Experimental de Cascais











"Muito Barulho Por Nada" é uma peça percorrida por uma análise perspicaz do alcance e natureza da comédia isabelina, com as suas respostas rápidas, complicados jogos de palavras, ideias extravagantes, infindáveis alusões sexuais e algo a que só poderemos chamar uma forma de melancólica indiferença.
A era isabelina parece estar sempre à beira do desespero ou da dissolução, com a perspectiva de estar tudo a ruir em chamas.
O título da peça é já de si indicativo da intriga, em que os protagonistas são movidos por uma série de falsas informações e impressões erróneas.
Tem também um significado lascivo, já que nothing [nada] era calão para o orgão genital feminino.
É uma peça de improbabilidades e coincidências, muito da estima de Shakespeare que parece favorecer tudo o que acresça os efeitos teatrais. Assemelha-se a uma dessas danças ligeiras tantas vezes referidas no texto, a cinque pace ou a giga escocesa, em que a velocidade e delicadeza dos passos são supremas.
MUITO BARULHO POR NADA de William Shakespeare tem encenação de Carlos Avilez e será apresentado no Parque Palmela, em Cascais, todos os dias, de 23 de Julho a 11 de Agosto, pelas 20:30h.
O elenco é composto pelos actores da Companhia: António Marques, Santos Manuel, Sérgio Silva, Teresa Côrte-Real, Gonçalo Carvalho, e pelos alunos finalistas da Escola Profissional de Teatro de Cascais: Adriana Besteiro, Alexandre Carvalho, Ana Gomes, Anna Eremin, Bruno Santos, Christopher Hunstock, David Ferreira, Eric Vinícius, Filipe Ferreira, Francisco Martins, Gonçalo Carvalho, Guilherme Macedo, Henrique de Carvalho, Inês Cunha, João Pedro Jesus, Leonor Biscaia, Leonor Salgueiro, Lídia Munhoz, Mafalda Luís de Castro, Margarida Alves-Diniz, Mariana Faria Leal, Marta Queiroz, Mauro Silva, Mónica Alves, Natacha Almeida, Raquel Batista, Rita Cleto, Rita Santana, Ruben Chama , Rúben Lima, Sadie Exley-Myers, Sérgio Oliveira, Soraya Lopes, Tiago Assunção , Vanda Rodrigues e ainda pelos alunos dos 1º e 2º anos.

No comments: