"Harper Regan" pela mão de Ana Nave no Teatro Nacional D. Maria II





HARPER REGAN
de Simon Stephens
tradução Jorge Carvalho
encenação Ana Nave

Sala Estúdio
7 de Mai a 14 de Jun

O Teatro Nacional D. Maria II estreia, a 7 de Maio, Harper Regan, do dramaturgo inglês Simon Stephens. Esta peça aborda temas como a família, o amor e a desilusão. Nela, Stephens traça um retrato de Inglaterra através de uma viagem que, progressivamente, se torna uma viagem interior, de redenção da protagonista.

Ana Nave encena um dos últimos textos de uma das mais proeminentes vozes actuais do teatro inglês. Uma história que reflecte sobre a solidão que pode existir numa existência isolada.

Numa noite de Outono, Harper Regan (Luísa Cruz) sai de casa e deixa o marido e a filha para ir visitar o pai moribundo. Não diz a ninguém que vai partir, nem para onde vai. Põe em risco tudo aquilo que construiu nos últimos anos. Durante dois dias e duas noites, Harper Regan não olha para trás. Esta é uma viagem que é também o encontro de uma mulher consigo própria, tentando dar sentido à sua existência.

Este texto, que marca a estreia de Simon Stephens nos palcos portugueses, é traduzido por Jorge Carvalho e conta com um elenco de criativos composto por Rui Francisco (cenografia), Rafaela Mapril (figurinos) e Carlos Gonçalves (desenho de luz). A interpretação é de António Cordeiro, Cristóvão Campos, Dinarte Branco, João Ricardo, Luísa Cruz, Maria Amélia Matta e Sofia Dias. Produção TNDM II.

Harper Regan estará em cena de 7 de Maio a 14 de Junho, no horário de 4ª a Sáb. às 21H45 e Dom. às 16H15.

Comments

Popular Posts