Teatro do Bolhão homenageia carreira da coreógrafa Joana Providência





Os vinte anos de carreira da coreógrafa e encenadora servem de mote a uma mostra retrospectiva das suas obras.

A ACE/Teatro do Bolhão apresenta, entre 6 e 8 de Março, o programa "20 Anos Mostra Retrospectiva Joana Providência". A mostra contará com a reposição de obras importantes da artista, entre elas "Mecanismos" (primeira obra de Joana Providência e vencedora do prémio "Sete de Ouro - revelação"), "In-Tensões", "Mão na Boca" (obra inspirada nas pinturas de Paula Rêgo) e a mais recente criação da coreógrafa, "Ladrões de Almas".

As actuações terão lugar às 21h30, no Auditório ACE/Teatro do Bolhão, e serão acompanhadas do vídeo "Textos Secretos", de 2005, explica Alice Prata, da produção.

Após a passagem pelo Porto, a mostra irá para Braga em finais de Março, onde se vai realizar um workshop de dança com a presença da própria Joana Providência. Já em Abril, é a vez de Cabo Verde receber a mostra que assinala os 20 anos da coreógrafa e encenadora

A iniciativa resulta de uma co-produção da ACE/Teatro do Bolhão com o Theatro Circo de Braga, o Teatro Constantino Nery e o programa Arte Total, e conta ainda com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e do Instituto Camões.

Carreira de Joana Providência
Joana Providência, nascida em Braga em 1965, é uma das coreógrafas e encenadoras mais significativas de Portugal. Segundo a biografia da Escola Superior de Dança, do Instituto Politécnico de Lisboa, onde estudou, Joana Providência "tem desenvolvido uma linguagem pessoal de composição, onde privilegia a relação intérprete/coreógrafo". Para além da carreira como coreógrafa e encenadora, é também fundadora e membro da direcção artística da companhia ACE/Teatro do Bolhão.

Daniela Espírito Santo in JornalismoPortoNet

Comments

Popular Posts