Último dia de "Lindos Dias"





LINDOS DIAS, de Samuel Beckett
Sinopse
Enterrada, primeiro pela cintura, depois pelo pescoço, no montículo de um descampado de erva queimada, debaixo do sol a iluminar um dia sem começo nem fim, Winnie fala no deserto, por meio de um jogo solitário, preenchido por pequenas rotinas (acções quotidianas), evocando histórias antigas – restos, bocados do que se adivinha ter sido o seu passado – num discurso imperfeito, pautado pelas imprecisões da linguagem e da memória e pontuado de vez em quando pela presença de Willie, o marido, que mal se adivinha por detrás do montículo.
Depois de Endgame (Globo de Ouro melhor espectáculo de teatro 2005) – estreado em Abril de 2004, no espaço Karnart, em parceria com o Teatro Meridional, – os Primeiros Sintomas voltam a Samuel Beckett, com a peça Lindos Dias (Happy Days), de novo com encenação de Bruno Bravo. A tradução, original, a partir da versão inglesa, é de João Paulo Esteves da Silva com a colaboração Miguel Castro Caldas. Winnie é interpretada por Raquel Dias (Nell em Endgame) e Willie por Gonçalo Amorim (Negg em Endgame).


Ficha Artística / Técnica
Tradução João Paulo Esteves da Silva Apoio à Dramaturgia Miguel Castro Caldas Encenação Bruno Bravo Interpretação Raquel Dias, Gonçalo Amorim Cenário Stephane Alberto Figurinos Ana Teresa Castelo Assistente de Encenação Ricardo Neves-Neves Direcção de Produção Mafalda Gouveia Produção Executiva Paula Fernandes Produção Primeiros Sintomas Co-Produção Galeria Zé dos Bois
fotografia de Sério Lemos
Classificação Etária: M/ 12 anos Duração: 75 minutos s/ intervalo;

Estreia e Temporada: 4 a 21 Fev. Qua > Sáb, 21h30 NEGÓCIO - Rua de O Século, n.º 9 – porta 5 Tel.: 213 430 205 E-mail: reservas@zedosbois.org Entrada: 7,5€

Comments

Popular Posts