Tuesday, December 9, 2008

"Antigona Gelada" na Comuna






Esta é uma Antígona transgénica, cuja acção decorre na colónia espacial de Tebas 9, em Caronte, o satélite natural de Plutão, planeta despromovido. Os enredos conhecidos estão modificados: Antígona é uma militar de carreira; Jocasta foi clonada e existem em cena duas mulheres com o seu nome; Tirésias é um engenheiro genético que já foi Eurídice; Édipo não se cegou mas, em vez disso, hiberna por vontade própria; Hémon é um performer, viúvo de Polinices; Creonte, o Chefe-maior de Tebas 9, esconde um crime ignóbil; Ismena é amante do tio e dirige o mais poderoso império mediático da colónia; a Esfinge foi uma cobaia híbrida, concebida nos laboratórios do Ministério da Defesa, no intuito de criar o soldado ideal...Nesta peça que homenageia discretamente Philip K. Dick - no ano em que ele faria 80 anos se fosse vivo -, a tragédia de Antígona cruza-se com uma ficção científica, já muito próxima de nós.


Texto de Armando Nascimento Rosa; Encenação de João Mota
Interpretação: Álvaro Corte Real, Ana Meira, Jorge Baião, José Russo, Maria Marrafa, Rosário Gonzaga, Rui Neto, e Victor Zambujo.Cenografia e figurinos: Sara Machado da Graça; Caracterização: Cecília Sousa; Iluminação: António Rebocho e João Mota

1 comment:

said...

AMEI!
Tanto os figurinos/cenários como o texto era brilhantes!
É daquelas que dá vontade de ir ver pela segunda vez!