Friday, November 14, 2008

Terceira edição da Gala dos Prémios Santareno







Nicolau Breyner e Cristina Reis distinguidos com Prémio Bernardo Santareno

O actor Nicolau Breyner e a cenógrafa e figurinista Cristina Reis vão receber, no dia 16, o Prémio Santareno de Teatro "Carreira", enquanto a peça "O Inferno”, de Bernardo Santareno, encenada por Carlos Avilez, será distinguida como "Melhor Espectáculo do Ano". Os prémios serão entregues na terceira edição da "Grande Gala Santareno", promovida, em Santarém, pelo Instituto Bernardo Santareno (IBS) e que, desde 2006, distingue "a excelência do trabalho e várias gerações do teatro".

O presidente do IBS, Vicente Batalha, anunciou segunda-feira, em conferência de imprensa, a distinção de Nicolau Breyner, actor, realizador, director e produtor, e Cristina Reis, que sucedem a Eunice Muñoz e de Luís Francisco Rebelo, distinguidos na edição de 2007. O galardão de "Melhor Espectáculo do Ano" será entregue a “O Inferno”, peça de Bernardo Santareno que o Teatro Experimental de Cascais levou ao palco, com encenação de Carlos Avilez. Os actores Ana Ester e Diogo Infante vão receber os prémios de “Interpretação”, pelas representações em "Sweeney Todd O Terrível Barbeiro de Fleet Street" e em "Hamlet", respectivamente.

Os actores Pedro Bargado e Cláudia Semedo serão distinguidos na categoria de “Revelação”. Pedro Bargado foi, entre outros trabalhos, protagonista da peça “Jesus Cristo Super Star”, de Filipe La Féria. Cláudia Semedo ganhou visibilidade na televisão, cinema e teatro. É actualmente uma das vozes do Programa de Manhã da Antena 3 e, no teatro, protagoniza actualmente Neusa Sueli em “Navalha na Carne”.

Continuando a dar destaque à produção local, a representação de “O Duelo”, de Bernardo Santareno, pelo Grupo Cénico da Música Nova, de Pernes, concelho de Santarém, receberá o prémio “Especial”. A apresentação da gala estará novamente a cargo da dupla Isabel Angelino/Eládio Clímaco. Durante o evento haverá bailado por João Cabaça, Sofia Matos e Ana Sofia Leite, e canto lírico a cargo de Ana Paula Russo, acompanhada pelo pianista Nuno Lopes.

A Orquestra Santos Rosa vai proporcionar durante toda a gala momentos musicais que serão culminados pela actuação de Nuno Guerreiro, vocalista da Ala dos Namorados. O Teatro Experimental de Cascais interpreta uma cena de “Inferno”, 1967, de Bernardo Santareno, que nunca tinha sido representada. Durante a divulgação dos prémios e da gala, Vicente Batalha realçou que as distinções estão bem entregues e que muitas outras ficaram de fora das opções do júri.


in O Mirante

Foto de Ricardo Jorge Carvalho

No comments: