Mark Deputter na direcção do Teatro Maria Matos






Mark Deputter, director artístico do festival Alkantara, é o novo responsável pela direcção do Teatro Municipal Maria Matos, sucedendo no cargo a Diogo Infante.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC, entidade que tutela aquela sala, informam que Deputter assumirá a partir de 1 de Outubro as «novas responsabilidades», que «pressupõem a cessação das suas funções enquanto director artístico do Festival Alkantara».

O comunicado destaca a «larga e consolidada experiência» de Deputter nos domínios da programação e da gestão culturais, lembrando que «o seu percurso profissional, neste domínio, teve início em 1989 como director artístico do Centro de Artes performativas STUC em Lovaina».

Segundo a mesma nota, Deputter fundou em 1995, e co-dirigiu com Mónica Lapa, o festival Danças na Cidade, entre 1996 e 2001 foi responsável pela programação de dança do Centro Cultural de Belém, e em 2007 e 2008 exerceu funções de programador do Teatro Camões.

Diz ainda a nota que «a sua assinalável experiência internacional firmou-se desde finais dos anos 80, através da plena participação em várias redes culturais europeias: APAP (2001-02), Danceweb (2001-02), IETM (desde 1989), Départs (desde 2001), Next Step (desde 2008) e DBM Danse Bassin Méditerranée (desde 1999), da qual é presidente desde 2005».

Ainda à frente do Maria Matos, Diogo Infante deixará em Setembro o cargo, que ocupava há dois anos e que deixou em princípios de Julho alegando restrições financeiras para dar continuidade ao seu projecto.

Com Infante deixa igualmente o Maria Matos a gestora Mónica Braz Almeida, nomeada quinta-feira vogal do conselho de administração do Teatro Nacional D. Maria II, a que presidirá Maria João Brilhante.

Comments

Popular Posts