Festival de teatro reunirá oito grupos lusófonos no Piauí





Oito grupos do espaço da lusofonia vão actuar este mês no Festival de Teatro Lusófono (FestLuso), no Estado do Piauí, na região Nordeste do Brasil, informaram os organizadores.

O festival reunirá artistas de Portugal, Moçambique, Angola, Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, entre os dias 24 a 31 de Agosto, na capital Teresina.

Entre os participantes estarão os grupos do Centro Cultural Português do Mindelo, de Cabo Verde, do Teatro Extremo, de Almada, em Portugal, e do Teatro de Pesquisa "Serpente", de Kixingangu, em Angola.

Do Brasil, os participantes do FestLuso serão o grupo Bando de Teatro Olodum, do Estado da Baía, e o músico Lirinha, do Cordel do Fogo Encantado, do Estado de Pernambuco, entre outros.

O FestLuso está a ser organizado pelo grupo Harém de Teatro, famoso por manter em cartaz por mais de 15 anos a peça "Raimunda Pinto Sim, Senhor", do dramaturgo Francisco Pereira.

A ideia de organizar o festival nasceu há 10 anos, quando o actor e produtor brasileiro Francisco Pellé se mudou temporariamente para Portugal.

"Em todo esse tempo, o grupo Harém tem viajado sistematicamente para aquele país no intuito de sedimentar essa relação com o teatro de língua portuguesa", salientou o actor, citado num comunicado.

O critério de escolha dos convidados tomou em consideração o trabalho desenvolvido na divulgação da língua portuguesa em todo o mundo, esclareceu Francisco Pellé.

A programação do festival incluirá também oficinas para artistas ministradas por profissionais brasileiros e portugueses.

Outra presença de destaque no FestLuso será a da actriz brasileira Lucélia Santos, que participará num debate sobre o resgate e a preservação da língua portuguesa no mundo.

Lucélia Santos é a realizadora do documentário "Timor Lorosae - O Massacre que o Mundo Não Viu".
Lusa/Fim.

Comments

Popular Posts