Companhia de Alcobaça leva marionetas a Inglaterra








A companhia S.A. Marionetas, de Alcobaça, estreia dia 22 de Agosto, em Inglaterra, «Tempestade», espectáculo construído com bonecos e instrumentos musicais de vidro e cristal pelo Theatre of Glass, que junta a companhia portuguesa e a britânica PuppetLink.
Em preparação há vários meses, «Tempestade» usa técnicas originais e objectos de vidro e cristal construídos propositadamente para o espectáculo, uma projecção de luz e sombras com sete por cinco metros. Uma forma bem diferente de contar a história escrita por Skapespeare.

«É um espectáculo completamente inovador, tanto pela dimensão como pelas características técnicas», explica José Gil, que integra a S.A. Marionetas e divide a direcção da peça com Clive Chandler, da PuppetLink.

José Gil acredita que é «a primeira vez se usa vidro e cristal para fazer teatro de marionetas. O resultado é um teatro de sombras em escala cinematográfica, com música original tocada ao vivo em instrumentos também de vidro».

Os bonecos utilizados pelo Theatre of Glass foram fabricados em Portugal, nas fábricas da Atlantis Crystal, em Alcobaça, e no Crisform, na Marinha Grande. Alguns instrumentos musicais também foram criados em Portugal.

«As marionetas, os instrumentos e os restantes objectos são verdadeiras obras de arte. Foram todos feitos em vidro soprado por mestres em trabalho no vidro», conta José Gil, que assume ser este o projecto mais ambicioso e caro de sempre da companhia. «Não fizemos as contas, mas são com certeza vários milhares de contos. Sem os diversos apoios, não seria possível concretizar todas estas ideias».

A estreia de «Tempestade» será no Festival Internacional do Vidro de Stourbridge, dia 22, estando agendados mais dois espectáculos para os dias 23 e 24. A peça chega a Portugal dia 20 de Setembro, para abrir a Bienal de Artes Plásticas da Marinha Grande.

Comments

Popular Posts