Festival de Teatro da Língua Portuguesa de 2009 será itinerante





O evento inédito, que terminou no último fim de semana, acontecerá de novo e de forma simultânea no Brasil e em Angola no segundo semestre do ano que vem.

Rio de Janeiro – 14 mil pessoas. Essa foi a média geral de público da primeira edição do Festival de Teatro da Língua Portuguesa (Festilip) que movimentou o Rio de Janeiro por duas semanas. As apresentações foram encerradas no último domingo e os promotores comemoram os resultados. Ao Portugal Digital, a coordenadora do evento, Tânia Pires, disse que o retorno foi maior do que o esperado. “Só nas apresentações teatrais, tivemos uma média de 5 mil pessoas, além da divulgação que alcançou a imprensa em toda a Europa”.

O festival, inédito no mundo, foi criado com o objetivo de enriquecer as características comuns aos diversos países - Angola, Moçambique, Cabo Verde, Portugal e Brasil - além de promover o intercâmbio cultural entre os artistas. “Nós celebramos a riqueza e a diversidade teatral dos países lusófonos através do teatro, arte mais primitiva da expressão cultural”, avalia Tânia Pires.

Por 12 dias, o público pode assistir, a preços populares, espetáculos de dez companhias, duas de cada país participante, e participar de oficinas de teatro, palestras, exposição no Espaço SESC, além de uma programação musical no Circo Voador, na Lapa, e uma mostra gastronômica no restaurante 00, na Gávea.

A exposição “O Teatro no Brasil e a chegada da Família Real”, com curadoria de Álvaro de Sá, foi um dos destaques da programação. A mostra, composta por gravuras e ambientação cênica, traçou um breve painel do teatro no Brasil no século XVIII, com suas casas de ópera e sua transformação a partir da chegada da família Real em 1808.

Para a próxima edição, Tânia revela que se pretende adotar o modelo itinerante. “A mesmas atrações que serão apresentadas no Rio de Janeiro vão ser levadas até Angola em 2009. E assim será sucessivamente até que todos os países participantes sejam contemplados”, explica a coordenadora. As inscrições dos espetáculos já estão abertas pela internet no site do Festival www.festlip.com A seleção será feita por uma comissão mista com representantes dos cinco países.
Marina Rievers para Portugal Digital

Comments

Popular Posts