Monday, June 2, 2008

"As Velha" no Trindade






O INATEL/Teatro da Trindade e a Arte Pública apresentam
“As Velhas”, de de Gisela Cañamero
Estreia a 5 de Junho
na Sala Estúdio do Teatro da Trindade às 22h15.

O Teatro da Trindade acolhe na sua Sala Estúdio AS VELHAS, de Gisela Cañamero (autora dos musicais NÓS TODOS TRÊS e de OS MÚSICOS DE BRÉMEN), um espectáculo de teatro intimista que aborda o mundo particular das pessoas com mais idade.

“- A canalha miúda chama-nos “velhas de merda”, e os badamecos que têm idade para serem nossos filhos chamam-nos…. Como é que foi que o sr guarda nos chamou no outro dia?... “senhoras com incapacidade para andarem na rua sozinhas.”

AS VELHAS - construído a partir das memórias da autora sobre as vivências de mulheres portuguesas que tem conhecido - é um espectáculo de teatro intimista onde são expostos os medos da velhice: pobreza, doença, exclusão social – mas que se refaz na alegria, no optimismo e na capacidade de resolução criativa de problemas que duas mulheres, na Idade Maior, ancoradas numa relação de profunda amizade, conseguem reinventar e trazer para o seu dia-a-dia.

SINOPSE
Etelvina e Ifigénia, duas mulheres por volta dos setenta anos, recebem o público na sala de estar de sua casa, para uma tertúlia literária. Este sarau, muito especial, será preenchido com poesia, canções, humor e reflexão social – acerca das questões inerentes à Idade Maior, à especificidade da Mulher na sua tripla condição de mulher, mãe, dona de casa – e, também, do Homem – sobretudo no que diz respeito aos efeitos da passagem do tempo. Entre récitas, adivinhas e citações (ver lista de poemas) e canções "velhinhas" (de Raul Ferrão - Camélias – e de Artur Ribeiro/Ferrer Trindade - Cha Cha Cha em Lisboa) Etelvina e Ifigénia conversam em tom intimista com o público sobre a vida, o tempo, as vivências, as culturas e as dificuldades que duas mulheres, na Idade Maior, já podem relatar.

FICHA TÉCNICA
Texto Gisela Cañamero
Encenação Gisela Cañamero
Sonoplastia, Instrumentais das Canções José Manhita
Instrumental de A VIDA É BELA Joaquim Mariano
Luminotecnia Rafael Del Rio
Poemas Demétrio Soster, Baudelaire, Mauro Mota, Ferreira Gullar, Augusto Gil, Augusto dos Anjos, Millor Fernandes, José Gomes Ferreira
Canções Raul Ferrão (Camélias), Artur Ribeiro/Ferrer Trindade (Cha cha cha em Lisboa).
Produção arte pública

AS VELHAS
SALA ESTÚDIO
5, 6, 7, 14 Junho // 22h15 8 e 15 Junho / / 17h00
Duração 75 minutos
Classificação etária M/12
Preço único 8€

Desconto
30% Sócios do INATEL, Grupos + 10 pax, Jovens c/ – 25 anos, Pin Cultura, Profissionais do Espectáculo e Seniores c/ + de 65 anos

AS VELHAS participarão no Festival de Teatro Lusófono em Piauí, Brasil, em Agosto, antes de se apresentarem numa digressão pelos Teatros do Nordeste Brasileiro.

No comments: