Friday, May 9, 2008

Teatro e música no regresso da Kulturlândia



O programa da festa das artes de Penamacor começa a ser revelado. Danças Ocultas, Musicalbi e “A História do Tigre” são as primeiras propostas.

A música e o teatro já têm nomes confirmados para a segunda edição da Kulturlândia, a Festa das Artes e da Cultura que a Câmara Municipal de Penamacor organiza de 12 a 20 de Julho. Ao nível do teatro a vila raiana recebe a peça “A História do Tigre”, um espectáculo de Filipe Crawford- Produções Teatrais que será apresentado a 13 de Julho.

"A História do Tigre" está em cartaz há 17 anos, tendo estreado no Teatro da Comuna em Janeiro de 1991. Baseado num texto do escritor italiano e Nobel da Literatura Dario Fo, “A História do Tigre” bebe influências no teatro popular e marginal chinês, relatando a história de um soldado que durante a Grande Marcha é ferido e se refugia numa gruta nos Himalaias.

Filipe Crawford encena e interpreta esta peça com a ajuda de uma máscara balinesa.

No campo da música estão confirmados os Musicalbi e Danças Ocultas. Os primeiros fazem uma viagem de 50 quilómetros entre Castelo Branco e Penamacor para apresentar o álbum “Mastiço”, um conjunto de 14 temas onde figuram canções bem conhecidos como “Adeus Penha Garcia” ou “Milho Verde”, entre outros. O grupo esteve recentemente no México, Polónia e tocou ao vivo e em directo no “Viva a Música”, da Antena 1.

Danças Ocultas é a segunda proposta musical (até ao momento) do cartaz da Kulturlândia. O quarteto de Artur Fernandes, Filipe Cal, Filipe Ricardo e Francisco Miguel apresenta-se na noite de 12 de Julho naquele que é um regresso a Penamacor, onde deram um concerto há cerca de sete anos na Igreja de Santo António. A concertina tem levado o grupo por uma digressão europeia que começou em Março e onde estão incluídos países como a Áustria, Bélgica, Holanda, Suíça ou França.

Os Danças Ocultas começaram por adaptar para concertina autores da música erudita como Verdi, Bach ou Strauss, apresentando-se pela primeira vez em Maio de 1989, no cine-teatro de Aveiro. Quase vinte anos depois contam com vários discos no currículo, onde também figura a participação em bandas sonoras para cinema, teatro ou bailado.

O disco “Pulsar” é um dos mais conhecidos da sua carreira, contando com as participações dos Gaiteiros de Lisboa, os percussionistas José Salgueiro e Rui Júnior, a cantora Maria João e o pianista Mário Laginha.

No comments: