Obras no Teatro Eduardo Brazão já começaram


Iniciou-se na semana passada a intervenção que irá finalmente permitir a reabertura ao público do Teatro Eduardo Brazão. A obra foi adjudicada à empresa José França Construções, S.A., por cerca de 49 mil euros, e deverá estar concluída dentre de dois meses. Esta última intervenção passa pela substituição das paredes e do piso das frisas situadas no rés-do-chão que foram afectadas pelo fungo, utilizando pladur com estrutura metálica em vez de madeira. Passa ainda pela criação, na mesma zona, de caixas de ar, a fim de haver uma maior ventilação no local.
Além de evitar o surgimento de novos fungos, a utilização deste tipo de material visa também reforçar a estrutura que segura os dois pisos superiores. Apesar das obras de restauro de que o Teatro Eduardo Brazão foi alvo terem ficado concluídas em 2004, o aparecimento de um fungo acabou por atrasar a sua reabertura ao público.
Com o objectivo de solucionar de vez este problema, a Câmara Municipal solicitou a opinião do LNEC - Laboratório Nacional de Engenharia Civil, que se deslocou ao local para diagnosticar a origem do fungo, assim como de vários especialistas ligados a esta área, como é o caso de Vaz Costa, Director Geral dos Monumentos Nacionais.
Uma das medidas consensuais entre todos os especialistas passou pelo arranque de todas as estruturas de madeira afectadas, substituindo-as por materiais não consumíveis pelo fungo, assim como pelo reforço da ventilação.
informação do Gabinete de Informação, Relações Públicas e Turismo da Câmara Municipal do Bombarral


O Teatro Eduardo Brazão, edificado durante o início do Século XX, na freguesia do Bombarral pertencente ao concelho do Bombarral, foi inaugurado a 27 de Fevereiro de 1921 na presença do actor Eduardo Brazão. Sendo presentemente propriedade da União Cultural e Recreativa do Bombarral (UCRB), responsável pela sua dinamização.

Uma autêntica raridade arquitectónica, pois segundo consta, trata-se de um de dois exemplares com a forma de ferradura, com o mesmo traçado de projecto, existentes em toda a Europa.

Este edifício já sofreu duas grandes intervenções de restauro, a primeira devido aos estragos resultantes de um ciclone que destruiu a cobertura e tecto original da sala (em data não apurada), a segunda intervenção teve lugar em 2004 com o objectivo de recuperar e requalificar o edifício.

Edifício com uma capacidade de 350 lugares, constituído por uma plateia e frisas de camarotes laterais no Rés do Chão e frisas de camarotes no 1.º e 2.º piso. Possui também um salão nobre e está também equipado com fosso de orquestra.

Uma das suas particularidades é a sua excelente acústica proporcionada pela sala em forma de ferradura e pela existência de um poço por baixo do palco em madeira.
in Wikipedia

Comments

Popular Posts