Thursday, January 11, 2007

Amor de Perdição no Nacional

AMOR DE PERDIÇÃO
ou good bye my love good bye as long as you remember me I’ll never be too far

NO ÁTRIO
DO TEATRO NACIONAL D. MARIA II

espectáculo d’As Entranhas a partir do romance homónimo de CAMILO CASTELO BRANCO

PRODUÇÃO TEATRO NACIONAL D. MARIA II
JAN 18 – MAR 17
5ª a SÁB. 24H00 DOM. 19H00

Camilo Castelo Branco revisto por uma nova geração de criadores

O Teatro Nacional D. Maria II apresenta, a partir de 18 de Janeiro, no átrio, uma versão original do clássico de Camilo Castelo Branco. A releitura do romance Amor de Perdição, pelo grupo d’As Entranhas, usa as palavras do romancista misturando-as com a música, a dança e o vídeo, num espectáculo que se assume como um musical e que tem um tema imortal: o amor.

Simão Botelho e Teresa de Albuquerque apaixonam-se mas os seus amores são desde logo contrariados pois as respectivas famílias são rivais de há longa data. Tadeu de Albuquerque jura casar Teresa com o primo Baltasar, ou, se ela recusar, encerrá-la num convento. O pai de Simão, por seu lado, manda o filho para Coimbra, para concluir os estudos e esquecer os devaneios amorosos.

O par começa a corresponder-se e até consegue encontrar-se, mas é descoberto. Teresa irá para o convento de Monchique, Simão defronta-se com Baltasar e acaba por atingi-lo com um tiro mortal. É condenado ao degredo, na Índia, durante dez anos. Ao embarcar, avista o convento onde a amada morre. Ele não sobrevive muito mais tempo, morrendo de febre durante a viagem.


encenação texto dramaturgia RICARDO MOURA VERA PAZ
movimento MARIA JOÃO PEREIRA
desenho de luz CELESTINO VERDADES
edição de som sonoplastia PAULO LÁZARO
imagem vídeo SUSANA GOMES
fotografia MÁRIO MARTINS
banda sonora espaço cénico figurinos adereços d’AS ENTRANHAS

COM
MARIA JOÃO PEREIRA MÓNICA GARCEZ PATRÍCIA FAUSTINO VERA PAZ LUÍS HIPÓLITO PAULO LÁZARO RICARDO MOURA RUI LACERDA SÉRGIO GRILO

No comments: