Sunday, February 22, 2009

Workshop teatro do oprimido - Évora





O PIM Teatro apresenta:
"O acto de transformar é transformador"- Workshop teatro do oprimido

O Pim Teatro organiza mais um workshop para toda a população, desta vez sobre o Teatro do Oprimido, que se realiza de 06 a 08 de Março na Casa do Alto de S. Bento, orientado por Claudia Lázaro

O próximo workshop promovido pelo Pim Teatro terá lugar no primeiro fim-de-semana de Março, de 06 a 08, na Casa do Alto de S. Bento.

O Workshop de Teatro do Oprimido é dirigido a toda a população e todos os curiosos que queiram aprender o método de Augusto Boal (teatro fórum), partilhar o que mais impressionou enquanto cidadão e divertirem-se.
Esta metodologia artística auxilia cada participante a usar a arte - todas as artes - para melhor entender o mundo e transformá-lo.

Conhecer mais de perto a teoria, o método e a estética do Teatro do Oprimido é o que se pretende neste workshop. O conjunto de saberes, experiências e práticas trabalhados são de uma importância crucial para a devida inserção do indivíduo em sociedade. Toda a teoria do Teatro do Oprimido ajuda a transformar esse próprio tecido social, por vezes tão desigual, quase sempre tão pouco igualitário. Conceitos como “opressor” e “oprimido” ganham novas abordagens, adquirem um significado mais diluído, como aqueles que vemos tão amiúde desfilar no nosso quotidiano - acima de tudo, demonstra-se como a arte teatral pode ajudar a expressar, e a encontrar soluções reais ou alternativas, para essa dicotomia de posições. Como diz Augusto Boal, “não é necessário ser poeta para se escrever um poema; quem escreve um poema torna-se poeta”. É precisamente nessa acepção que se encontra um dos maiores méritos do Teatro do Oprimido: não será, portanto, necessário ser actor para fazer teatro. E aquele que ali se faz está repleto de vida, confunde-se com ela. - Explica-nos a formadora Claudia Lázaro.

O Teatro do Oprimido com quase quatro décadas de existência, idealizado pelo teatrólogo Augusto Boal é praticado em cerca de 70 países e em 19 estados do Brasil.
Pretende-se que o Teatro do Oprimido seja palco da aplicação contínua e coerente desse método em segmentos sociais como cultura, saúde mental, sistema prisional, educação, diversidade sexual, prevenção à violência, meio ambiente e HIV.

Claudia Lázaro completou no final de Maio um intercâmbio no CTO-RIO, onde participou num laboratório com Augusto Boal e em várias oficinas e seminários ministrados pela equipa do CTO (Curingas). Actriz e professora de Expressão Dramática desde 1996, participou em várias peças teatrais, filmes e sessões de poesia - trabalhou em companhias como Entretanto Teatro, Teatro Aramá, TEP, Metamortemfase, A Oficina, Teatro do Saco, ACE- Teatro do Bolhão, Seiva Trupe e Ensemble. Estudou Interpretação e Estudos Teatrais no CENDREV E ESMAE.

Para mais informações e inscrições deve-se contactar o Pim Teatro pelos telefones 266744403 e 965529612, ou pelo e-mail pim@pimteatro.pt. As inscrições são limitadas!

No comments: