Saturday, April 21, 2007

Hoje no Teatro Viriato




Teatro físico QUARTO INTERIOR Circolando
Sábado, 21 Abr. 21h30
Todos os públicos 65 min. aprox. Preço A (5 a 10€) Preço Jovem 5€

Mais uma vez, em Quarto Interior, a Circolando rompe com os cânones de teatro ou dança, enquanto disciplinas estanques, para reafirmar a sua singularidade, privilegiando as formas híbridas das artes cénicas. Com um teatro dançado, sem palavras e próximo da poesia, Quarto Interior fala dos quartos que transcendem as quatro paredes, onde se revela a solidão e a intimidade de cada um.


Quarto Interior abre um ciclo de longa duração na Circolando, intitulado Poética da Casa. Um ciclo que procura as paisagens do sonho, insistindo nos manifestos poéticos que invocam um homem inconformado que inventa um mundo onde prevalece o tempo dos espantos e da beleza. Desta vez, essas paisagens são procuradas nas moradas do espaço íntimo… casas, sótãos, quartos, abrigos de memórias e devaneios. Este ciclo Poética da Casa reúne em si vários projectos. Abre-o Quarto Interior, encerra-o Mansarda. Pelo meio, haverá um projecto de pesquisa transdisciplinar, que terá por centro as artes plásticas, o cinema e a música, e que há-de ficar materializado no que o Circolando chamou “Casa-Abrigo”.

Criação colectiva Direcção Artística André Braga e Cláudia Figueiredo Interpretação André Braga e João Vladimiro Co-produção com Teatro Nacional S. João e em colaboração com Centro Cultural de Belém Apoios
Fundação Calouste Gulbenkian e IEFP / Cace Cultural do Porto

//Biografias
Circolando
Desenvolvendo a sua actividade desde 1999, Circolando vem afirmando a singularidade do seu projecto artístico com a criação e difusão dos espectáculos “Caixa Insólita”, “Giroflé”, “Charanga”, “Cavaterra” e “Quarto Interior”.

Espectáculos que propõem um teatro visual e interdisciplinar que cruza o teatro físico, a dança, o teatro de objectos, o circo, a música e o vídeo.

Um teatro dançado que habita as paisagens do sonho. Um teatro próximo da poesia que traz histórias libertas de toda a lógica narrativa. Histórias que, mais do que contadas, querem-se livremente inventadas por um espectador contemplativo. Histórias que não pretendem oferecer um sentido, mas despertar todos os sentidos... com imagens, músicas, cheiros, emoções...

Um teatro que resulta da pesquisa, da experimentação e do work in progress, submetendo continuamente os projectos a novos questionamentos. As estreias, em vez de constituírem o tradicional encerramento do processo criativo, indicam sempre o seu relançamento.

Um teatro itinerante com forte difusão internacional. Fora de Portugal, Circolando já foi acolhida em Espanha, França, Bélgica, Holanda, Reino Unido, Alemanha, Áustria, Eslovénia, Coreia do Sul e China.


De modo complementar à criação e difusão de espectáculos, Circolando promove também ateliers de formação em diversos campos artísticos. Recentemente, vem ainda produzindo pequenos projectos de criação cujo objecto final se desvia do formato espectáculo. Performance, instalação, vídeo vêm então abrindo novos campos de expressão e experimentação.

No comments: